Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

domingo, 17 de julho de 2016

ESTUDO DA CABALA (14ª semana) TERCEIRO PRINCÍPIO ESPIRITUAL DA CABALA - Parte 5

16 a 23/07/2016

ADÃO - HOMEM CELESTE
ADÃO E O ÁTOMO: PARCEIROS NA CRIAÇÃO

Num processo cuja descrição está além do escopo deste estudo, o Receptor infinito se quebrou em duas forças de energia espiritual distintas: o princípio masculino, chamado Adão, separado do princípio feminino, chamado Eva. 

Esses dois segmentos então se despedaçaram em inúmeros pedaços. Esses pedaços são os fragmentos de matéria e energia que perfazem o cosmos, desde átomos até zebras, desde micróbios até músicos. Tudo é parte do Receptor original. 

Adão havia se tornado átomo. Ou mais precisamente, Adão se tomara o próton num átomo, enquanto Eva incorporara o elétron. Eles são os princípios de energia masculino e feminino que animam o nosso universo.


As almas de todas as pessoas eram parte da primeira Alma, infinita, primordial, que se despedaçou. Sendo assim, de acordo com a Cabala, tudo no Universo está imbuído com a sua própria faísca de Luz, com a sua própria força de vida.

Isto por acaso significa que objetos inanimados também têm alma? Uma pedra tem alma? A resposta é sim! A única diferença entre a alma de uma pedra e a alma de um astro de rock é o nível e a intensidade de seu desejo de receber Luz. 

Quanto mais Luz uma entidade deseja e recebe, maior é a sua inteligência e o seu autoconhecimento. Um ser humano é mais inteligente e tem mais autoconhecimento do que uma formiga, e uma formiga é mais inteligente e tem mais autoconhecimento do que uma pedra, mas todos possuem a Energia Divina da Era Primordial.


TRABALHO DE PARTO 

No instante preciso da quebra do Receptor, apareceram as Dez Sefirot - Dimensões ou Emanações - e passaram por uma contração súbita, que chamamos de cortinas, em preparação para o nascimento do nosso universo. O mundo do 1%, da escuridão do caos.

Seis das dez dimensões se enrolaram, tornando-se uma só, e são conhecidas coletivamente como o Mundo Superior. São conhecidas como os Seis dias da Criação. 

No caso de você não ter contado, ainda restam quatro das dez dimensões. Elas são as precursoras de nosso universo tridimensional, e da quarta dimensão do espaço-tempo. 

Esta contração é o segredo cabalístico por trás da frase, Seis dias da Criação. Por que, afinal, um Criador todo-poderoso necessitaria de uma quantidade qualquer de tempo para criar um universo? Deus deveria ser capaz de fazer surgir um universo em menos que um nanosegundo! 


A CIÊNCIA ALCANÇA A CABALA 

Dois mil anos depois de os antigos cabalistas revelarem que a realidade existe em dez dimensões — e que seis destas dimensões estão compactadas em uma — os físicos chegaram às mesmas conclusões. Isto veio a ser chamado de Teoria das Supercordas. 


De acordo com esta teoria, nosso Universo é formado de laços minúsculos que vibram. Diferentes vibrações criam diferentes partículas de matéria, assim como as vibrações da corda de uma guitarra produzem diferentes notas musicais. Segundo Dr. Michio Kaku que é uma autoridade reconhecida internacionalmente em física teórica e um dos principais proponentes da Teoria das Supercordas. Na revista New Scientist, Dr. Kaku escreveu: O Universo é uma sinfonia de cordas vibrando. E quando cordas se movem num espaço-tempo de dez dimensões, elas distorcem o espaço-tempo ao seu redor precisamente da maneira predita pela relatividade geral. Os físicos resgatam o nosso Universo mais familiar de quatro dimensões assumindo que, durante o Big Bang, seis das dez dimensões se enrolaram (ou "compactaram") e se tornaram uma pequena bola, enquanto as quatro dimensões restantes se expandiram explosivamente, nos dando o Universo que observamos. 

Como foi dito anteriormente, aquelas seis dimensões que estão justamente acima de nossa percepção são conhecidas coletivamente como o Mundo Superior. O Mundo Superior é o âmbito do 99 % sobre o qual falamos 

Toda vez que você sentiu prazer, felicidade, tranqüilidade, paz interior, harmonia, e o tipo de confiança de que poderia conquistar qualquer coisa, estava tocando um dos níveis altos das Dez Sefirot. 

Este é o âmbito sobre o qual Platão escreveu — o mundo eterno de Idéias ou Formas que existe "além" do mundo físico dos cinco sentidos. 


Quando nos elevamos e compreendemos este mundo mais elevado, trazemos mudança permanente e positiva para nossas vidas. Lembre-se, mova o braço que cria a sombra na parede e a sombra na parede automaticamente responde. 

Quantas vezes você se indagou: "Onde está Deus quando eu mais preciso Dele?" Quantas vezes perguntamos a nós mesmos por que é tão difícil se conectar com o Criador? A chave para nos conectarmos com o Criador e termos as nossas preces respondidas é saber como nos conectarmos com o Mundo Superior, conhecido como o âmbito do 99 %.


Você aprenderá como fazer isto nos estudos seguintes. 

Fonte: O Estudo da Cabala - Maria Diva Ogeda - SRC
Aguarde próxima semana:
QUARTO PRINCÍPIO ESPIRITUAL DA CABALA
O OBJETIVO DA VIDA É A TRANSFORMAÇÃO ESPIRITUAL 
Leia também:
Semanas 1ª a 13ª semana


Nenhum comentário:

Postar um comentário