Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

AMARNA, A CIDADE DE AKHENATON E NEFERTITI




Liliane Cristina Coelho. Profª. Drª. em História Antiga.
Universidade Rose-Croix Internacional, URCI

Quando Akhenaton (c.1353-1335 a.C.) ordenou a construção de Akhetaton, a atual el-Amarna, a instalação de novas cidades por ordem real não era uma novidade para os antigos egípcios. O que difere Akhetaton de outros assentamentos egípcios, no entanto, é a existência de um projeto, mesmo que parcial, inscrito em estelas de fronteira que delimitam a área de crescimento da cidade. A partir da tradução dos textos presentes nestes monumentos, é possível levantar as primeiras edificações que foram erigidas, mas apenas por meio da arqueologia podemos entender como a cidade se desenvolveu a partir deste projeto inicial. Analisado por meio das estelas de fronteira e dos relatórios da arqueologia, o desenvolvimento urbano de Akhetaton, buscando entender quais foram as primeiras áreas a serem instaladas após a execução do projeto inicial e como a configuração de tais áreas levou ao surgimento de novas formas de relacionamento social



Leia também 
Brasília Mística
Semelhanças - Akhetaton e Brasília





Nenhum comentário:

Postar um comentário