Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

PARAPSICOLOGIA - Feitiço, sim ou não?




Instituto Pe. Quevedo

Tecnicamente chamamos de Subjugação Telepsíquica ao que popularmente se chama de feitiço, mau olhado, coisa feita, etc., e a representamos pela sigla HP (originada dos termos Hipnose Paranormal).


A sigla ST designa a Sugestão Telepática: “sugerir” telepaticamente uma ideia a outra pessoa. Existe a ST, mas como se diz em “a Face Oculta da Mente não há, propriamente falando, agentes telepáticos. “O papel primordial, talvez único na atividade seja do receptor”. A causa do fenômeno é o receptor. O agente não passaria ao que parece de mera condição extrínseca, mero objeto da atividade paranormal do receptor... como em todo fenômeno parapsicológico de conhecimento”.


Assim se entendem as duas expressões de “O que é Parapsicologia?”: 
1)”Ninguém pode nos fazer mal pela força do pensamento ou por métodos mágicos”.
2) “Mas alguma pessoa que acredita no feitiço, se é sugestionável e é dotada de faculdades parapsicológicas, pode ser vitima de sua própria superstição... Não é propriamente a feiticeira, é a vitima que está matando a si mesma, por ter captado telepaticamente a má intenção”.


Quem não tenha “desenvolvida” a telepatia, ou o influxo do psiquismo sobre o próprio organismo, e ainda que os tenha “desenvolvidos”, se não acreditar supersticiosamente nos falsos poderes dos feiticeiros, está “vacinado” contra feitiços.


Portanto?
1) Os feitiços, com a explicação e no seu sentido popular não existem;
2) Mas no sentido autodestruição “encontrar-se-ia fundamentada” a HP

Outro tema análogo, mas diferente, é com relação às plantas, animais e criancinhas. Até agora só falamos da HP em pessoas adultas.








Nenhum comentário:

Postar um comentário