Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

domingo, 16 de outubro de 2016

A AURA HUMANA - Que forças o levam a se aproximar de uma pessoa?

                               


A AURA HUMANA

Que forças o levam a se aproximar de outra pessoa?

Porque às vezes temos as mais diversas sensações na presença de outra pessoa... Sem nenhuma causa aparente? O organismo humano irradia energia. 

É uma aura – um campo de sensibilidade em torno do corpo.

Nossos pensamentos e ações modificam constantemente a natureza vibratória dessa aura, e por isso é fundamental adotarmos uma filosofia de vida positiva e uma atitude compatível.

Vivemos em um mar de energia. Essa energia impregna todo o seu ser porque é parte desse vasto e universal espectro eletromagnético.


 Essa energia vibratória se irradia igualmente das pontas dos dedos. 
Pode ser dirigida para finalidades benéficas.

Como a aura pode afetá-lo.

A aura, esse campo de irradiação, pode influenciar o ser interior de outros. Eles podem se sentir imediatamente atraídos – por uma sensação de magnetismo pessoal emanado de outra pessoa. Da mesma forma, as auras de outros podem reagir e reagem sobre sua aura. A personalidade interior de pessoas o atrai ou repele não importa qual seja a aparência exterior. Sentimos a sinceridade, bondade e profundidade de caráter dos outros – ou a falta dessas coisas – mesmo que nenhuma palavra seja pronunciada.


Estamos sujeitos a essas radiações diariamente. Elas podem ser responsáveis por nosso estado de ânimo – até mesmo pelas nossas impressões intuitivas. Este é um fenômeno natural, parte dos poderes interiores do ser humano que todos possuem, mas poucos compreendem. Aprenda a dominar esse fenômeno. A aplicação plena de seus poderes naturais pode proporcionar uma maior compreensão pessoal e uma felicidade maior na vida.

Fonte:   www.amorc.org.br
Divulgação Rosacruz Jequié:
obuscador.divulga@gmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário